Procurando algo?

domingo, 27 de novembro de 2011

Não chame a coleguinha de Vadia !

Somos todas vadia   

Puta,vadia...é apenas alguns dos termos prejorativos que ando ouvindo em relação as garotas que estão no rolê (inclusive eu )...não ...não amigas não é do lado  sectario eles também fazem isso mas é algo que ja esperamos e alguns quando são informados logo nos vê com outros olhos , mas essas palavras vem sendo usadas por aqueles que deveriam estar lado a lado conosco na luta  ,deveriam não nos cruscificar pois eles também sofrem preconceito ,mas eles fazem ainda pior do que os que nao sabem .Muitas vezes somos tratadas como complemento do Rolê tipo musica,mulher e cerveja algo consumivel e descartavel  ,como se não fossemos as companheiras de tantas lutas  pela liberdade assim como eles .Não entendo como eles podem julgar nosso momento de lazer de confraternirzar e escutar um som ,talvez conhecer alguem (e porque não se seus corpos sentirem vontade rolar algo mais?!)Apartir desse momento seus conpanheir(a)s  vão lhe julgar assim como a sociedade porque na concepção dela nós mulheres não devemos nos embriagar , ficar a noite na rua , sentir prazer ou ate mesmo se você vestir uma mini saia pra se sentir bonita  começarão a dizer que você quer chamar a atenção.
    E mesmo que você tenha uma concepçâo  mais reservada(por exemplo eu so irei  ter  relaçâo com meu namorado ,não quero ficar com nimguem , você seja assexuada ou coisa assim.).Essas pessoas não tendo o que falar de você vão invertar ...sim querida vão inventar !!Sabe sua simpatia,aquela ajuda a uma pessoa que estava bebada vão te transformar em uma vadia facil em menos de um dia, mesmo que você argumente será a sua palavra contra um CARA do rolé  que na concepção de alguns tem mais moral do que nós .
   Isso me lembra a época logo no começo do punk onde as garotas eram apenas namoradinhas ou aquelas mais rebeldes eram putas fora do padrão(pois é o punk nao nasceu anarquista sinto informar ) ,e cansadas de serem um complemento começarão um movimento chamado Riot grrrl onde protestaram contra a violência que sofriam ,lutaram e conquistarão seu espaço!!Mas hoje nós como nova geraçao de riots  ,Estou falando de nós verdadeiras riots que realmente nos interessamos uma pelas outra,que mesmo com a cena feminista tando fraca agente ta sempre lá mesmo quando o pessoal nos considera chata ,muitas colocam no perfil  da rede social "riot" porque é bonitinho mas só vejo essas pessoas preocupadas em tirar fotos cheias de maquiagem moicano em pé e roupa arrebitada ,mas quando vê uma colega sendo agredida finge que nao é com ela isso nao é ser riot .Outra coisa que me deixa um pouco desistimulada é que  invés de nos unirmos pra fazer zine , fanzine e eventos ou seja fazer a cena feminista mais forte as garotas estão disputando entre si pra  ser a garota mais bonita do rolé ,por causa  do garoto que ta afim ...Porra se nós mulheres as principais interessadas de fazer uma cena mais igual pra tod(a)s não nos incomodarmos,quem irá ? Os garotos ?

   Aqui não estou falando dos verdadeiros libertari(A)s que são anti sexistas,e concerteza tem muito mais coisas pra se preocupar do que as fofoquinhas do rolê,mulheres temos a liberade para fazer o que quisermos e nimguem tem o direito de nos julgar!!!

12 comentários:

  1. espaço vem depois da virgula, não antes.

    ResponderExcluir
  2. Contra a discriminação a mulher, texto muito bom

    ResponderExcluir
  3. Não estamos aqui pra agradar nenhum pseudo professor de português e sim passar ideias de forma que qualquer pessoa entenda. Então acho que deu pra perceber que eu to pouco me fudendo pra gramatica.

    ResponderExcluir
  4. Pra passar uma ideia você precisa no minimo saber escrever, eu tive que re-ler algumas partes do texto umas 4 ou 5 vezes pra entender oq você queria dizer. Não ia comentar nada, mas sua arrogância fala muito mais alto que o seu "feminismo" e não é a base de grito que você vai conquistar o respeito de ninguém. Não acho que alguém que está "pouco se fudendo pra gramatica" tenha condições de manter um debate defendendo as próprias ideias. Quer uma dica? Antes de jogar a cara no mundo tentando convencer os outros com suas ideias revolucionarias, se qualifique para tal.

    ResponderExcluir
  5. pra começar , as pessoas no qual eu queria passar a mensagem entenderam muito bem ,arrogância é a pessoa vir ate aqui e em vez de refletir no que foi dito esta prestando n a gramatica ,acho engraçado que nimguem conversa no portugues correto e alem do mais hoje em dia temos varios tipo de dialeto nimguem escreve na internet certo ,e logico as pessoas que nao tiveram muito estudo e mal sabem ler entenderam o texto agora vocês criticos entenderam a mensagem ou so estao aqui pra julgar o nosso portugues e o zine ??

    ResponderExcluir
  6. VOCÊ DIZ PRA ME QUALIFICAR para passar uma mensagem...engraçado que eu escutando pessoas que mal sabiam ler aprendi muito mais do que com um letrado, aprendi muito nao so na questao sobrivivência e carater como também conhecimento que hoje estou aprimorando , bem se vê que pessoas como voccê estão muito mais preocupados com um texto bem escrito do que a mensagem a ser , entao essa sua teoria de que pra se passar mensagem tem ser fodâo do portugues bem se vê que você precisa sair e convençar com as pessoas ,ou se poder ai mesmo sentadinho na net da uma procurada em cultura marginal ,ou se nao voce procura por poeta da caatinga é um homem que nao sabe ler e faz lindos poemas ,ou a cooperifa belos poetas e poetisas que nao tiveram acesso como eu a uma educação mas se expressam que da gosto de ver . entao xuxu reveja seus conceitos o mundo não se rewsumi a você ou a qualquer pessoinha que venha a julgar as pessoas pela sua falta de conhecimento gramatical ok

    ResponderExcluir
  7. Partindo do pré-suposto de que todos aqui são antifas ou libertários e lenbrando que pelo que já conheço do zine se propoem não só ser feminista e antifascista como tanbem um meio libertário realmente não entendo esse gramaticalismo esarcebado. Primeiro que o estado sempre impoem a sua cultura que sempre é diferente da cultura do povo, assim temos duas ordens uma ordem espontanea que representa em si a individualidade de cada pessoa dentro de uma nação e uma ordem fabricada que é imposta através do estado. A linguagem é uma ordem espontanea que surge através do povo espontanemaente para se comunicar enquanto que a gramatica e as regras ramaticais para controlar as linguas ao contrario fazem parte da ordem imposta. Qualquer pessoa que queira de fato ser livre ou se livrar das amarras do estado pode começar por se livrar de suas imposições inclusive a da "gramatica", a lingua nacional tão bem falada. Bem falada pq? A verdadeira lingua "nacional" ou seja a lingua do povo real é em si a que surge naturalmente e não a aprendida por meio de estudos mecanicistas da linguangem, logo é muito mais coerente para um zine ou blog que se proponha libertário se falar como se pensa do que seguir o caminho que o governo vêm impondo durante os séculos.

    ResponderExcluir
  8. Erros de gramática não existem!
    Sexismo é morte!

    Liberdade Sempre, não deixem passar as propagações de segregação, ótimo texto!

    o/

    ResponderExcluir
  9. Texto maravilhoso, concordo plenamente e acho também que deveriamos mesmo nos unir, produzir e se interessar mais...

    ResponderExcluir
  10. Adorei o texto, mostra uma face do movimento que às vezes passa despercebido, o sexismo latente, pois sempre haverá na cena gurias que se aproximaram por causa de algum cara, e vão continuar a reproduzir o status quo dentro do meio libertário, sem contar com o machismo clássico vindo dos próprios caras... pra isso, mais textos assim de conscientização são ótimos, e falando sobre gramática, pelo que entendi isso aqui não é nenhum texto de academia que precisa de nota, ou que fica falando bonito e não chega e nenhum lugar... quem quer seguir norma padrão, continue nesse mundo de ilusão, em que tudo é domado! O importante é se fazer entender!
    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Texto maravilhoso! Você expôs em palavras escritas exatamente o que eu penso! Eu também não entendo o porque desses caras que buscam a liberdade acima de tudo, assumirem uma postura machista a nosso respeito. Eles deviam abrir os olhos para poder perceber que juntos, independente do sexo, nós podemos muito mais. Acho que enquanto existir esse pré-conceito da parte deles, as coisas sempre serão difíceis quanto à conquista da tão sonhada liberdade.

    RIOTS NEVER DIE!

    ResponderExcluir

sua opinião é muito importante para nossa melhoria,vc tbm e membro desse blog.saúde e anarquia!